PROTESE_MAMARIA_BANNER.jpg

Reconstrucao

Mamaria

,

,

,

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Objetivo

A Reconstrução mamária geralmente é realizada após a retirada total ou parcial da mama para tratamento do câncer.


Geralmente a reconstrução mamária é realizada após procedimento oncológico (câncer de mama). No entanto, embora o termo reconstrução mamária esteja muito relacionado ao câncer, existem outras enfermidades, tais como retrações, queimaduras, deformidades congênitas, infecções, entre outras, que podem necessitar desta técnica cirúrgica.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Técnica

As técnicas de reconstrução variam, basicamente, em função da quantidade de mama retirada, localização do tumor e o volume do seio que a paciente deseja. Estes três fatores serão de fundamental importância para o tratamento proposto.


Nas mamas grandes, por exemplo, onde é retirado um segmento e não a mama inteira existe a opção de reconstrução com as técnicas de Mamoplastia (cirurgia plástica redutora estética das mamas). Esta é a melhor das situações, porque o resultado costuma ser uma mama de menor tamanho com uma cicatriz tipo um "T" invertido, semelhante à uma plástica estética. Outro item importante na avaliação mamária é se a mama é predominantemente glandular ou
gordurosa.

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Técnica

Em outros casos, onde o tumor não está em uma posição favorável, existe indicação de mastectomia parcial, podendo utilizar retalhos (pele, gordura e glândula da própria mama) neste caso pode ser necessário outras cicatrizes, além do "T” invertido.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Técnica

Em alguns casos também é possível reconstruir a mama com uma prótese de mama, semelhante as utilizadas para aumento mamário, nestes casos também é importante avaliar o grau de ptose (queda) da mama.

Grande Dorsal

Reconstrucao Mamaria com

,

,

,

(músculo do tórax posterior)

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Técnica

Casos nos quais a retirada da mama é mais ampla, chamada mastectomia total, necessitamos de mais volume para refazer a mama.

 

Nestes casos a opção mais simples é o expansor, este consiste em uma bolsa expansível semelhante a uma bexiga que é colocada embaixo da pele e se insufla com soro fisiológico até ficar do tamanho da mama natural, podendo ser substituída posteriormente por uma prótese de silicone.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Técnica

Outra opção é a transferência de músculo, pele e gordura provenientes de outras regiões do corpo, como o abdome ou as costas da paciente. Cada cirurgia depende de uma indicação específica e do conhecimento do cirurgião plástico, do mastologista e de toda equipe de tratamento oncológico. A equipe da clínica Gabriele apresenta uma grande experiencia na técnica de reconstrução utilizando um músculo das costas, sendo esta nossa principal indicação para as mastectomias totais.

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Técnica

Uma questão muito importante é o momento da realização da reconstrução, que pode ser imediata (no momento da mastectomia) ou tardia (meses ou anos após a retirada da mama).


Caberá ao mastologista em conjunto do cirurgião plástico este planejamento, entretanto sempre que possível a mama deverá ser reconstruída no momento da retirada.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Técnica

Claro que a prioridade de toda equipe médica e do paciente é o tratamento oncológico, ou seja, ficar livre do tumor da melhor forma possível. Contudo, não significa que a paciente tenha que ficar com a mama amputada para o resto da vida, ou então, com uma deformidade severa que dificultará as opções de reconstrução futuras quando a doença for debelada.


Sendo assim, todo paciente portador de câncer de mama, deve ser avaliado por um cirurgião plástico, para em parceria com o mastologista, programar a melhor técnica e momento para realização da reconstrução mamaria.

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Indicação

Existem fatores muito pessoais e decisões muito importantes que levam uma paciente a procurar uma reconstrução mamária. Muitas vezes, num momento de fragilidade e incertezas a paciente não se sente no direito de se preocupar com o aspecto estético da mama.


É verdade que nem toda mulher que passou por uma mastectomia acha necessário uma reconstrução, mas o fundamental é saber que na atualidade a reconstrução mamária faz parte do tratamento do câncer de mama. Diversos estudos comprovam os benefícios estéticos, psicológicos e oncológicos das pacientes que são submetidas à reconstrução. Vários tratamentos podem ser utilizados para cada caso, diminuindo assim, as marcas e o estigma da mutilação mamária.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Nota

A mastectomia profilática (a retirada total da mama antes do surgimento do câncer), tem sido uma solicitação muito frequente entre pacientes ou familiares de pacientes que tiveram câncer de mama. Este procedimento, embora exista indicações especificas, deve ser avaliado com muito critério entre equipe de cirurgia plástica, mastologia, oncologia e o próprio paciente.

Entre em contato com nossa clínica, teremos prazer em atendê-lo.

RODAPE_0000s_0010_Retângulo-10-copiar-2.

ENDEREÇO

Bauru/SP

CONTATO

contato@clinicagabriele.com.br

TELEFONES

+55 14 3214-4705

+55 14 3214-4629

RODAPE_0000s_0009_Objeto-Inteligente-de-
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele

© 2020 Clínica Gabriele – Todos os direitos reservados.