PROTESE_MAMARIA_BANNER_2.jpg

Protese

Mamaria

,

,

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Indicação

Embora a prótese de mama (implante mamário), esteja muito relacionada ao aumento da mama, sua indicação vai além da questão do tamanho, hoje as próteses mamárias proporcionam aumento, mas sobretudo melhoram a forma das mamas, sendo indicada para quem busca um formato mais natural ou mesmo mais arredondado.
As mamas pequenas pouco desenvolvidas, que perderam o volume e tônus, com a idade, amamentação ou alterações hormonais, podem ter seu tamanho ou forma aprimoradas por meio da técnica de mamoplastia de aumento. As assimetrias também podem ser corrigidas neste procedimento.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

O resultado da cirurgia sempre dependerá de uma somatória entre a mama que a paciente já tem mais a prótese que será colocada, lembrando que cada indivíduo tem diferentes características da mama quanto a tamanho, forma, tipo de pele e proporção de glândula e gordura. Existem diversos tamanhos e formatos de prótese e somente na consulta médica é que são decididas as opções possíveis para cada paciente, o tamanho que ficou bem em uma mulher não necessariamente ficará em outra.

As pacientes que desejam aumentar as mamas devem tomar cuidado com os exageros devido à sazonalidade da moda. Geralmente indicamos o tamanho que fique proporcional ao biotipo, sempre levando em consideração o tamanho e desejo da paciente.

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

A fisiologia da glândula não é alterada pela colocação da prótese, preservando seu funcionamento inclusive durante a lactação e amamentação. Os exames de imagem (Mamografia, Ultrassonografia, Ressonância Magnética) também podem ser realizados normalmente. A mama é posicionada sempre atrás da glândula seja
subglandular ou submuscular.

É importante ressaltar que diversos estudos comprovam a segurança da prótese para a saúde da mulher. As próteses utilizadas atualmente são vitalícias e dispensam sua substituição periódica, porem é fundamental um acompanhamento médico, outras questões como flacidez, tamanho e etc, poderão definir a necessidade de troca.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Nota

Existe hoje um tipo de linfoma muito raro, chamado BIA ALCL, que pode se desenvolver na cápsula de pacientes com prótese de silicone. Sua incidência é extremamente baixa (1 para 30 mil pacientes com prótese) e seu tratamento consiste na retirada da prótese. Tal enfermidade tem sido acompanhada por todos órgãos fiscalizadores e não existe nenhuma limitação da colocação de próteses mamárias.

CIRURGIA_PLASTICA_ESQURDO.jpg

Técnica

Devido ao avanço da tecnologia tanto na cirurgia plástica e anestesia como nos próprios implantes de silicone, a colocação de prótese de mama se tornou um processo muito mais simples, tanto em sua execução, quanto no pós-operatório.


Basicamente, a prótese de mama pode ser colocada através de três incisões diferentes: periareolar (semicírculo inferior na aréola), submamária (no sulco inferior da mama) ou axilar (através da axila). Cada método apresenta vantagens e desvantagens. A indicação deve ser feita de acordo com o tipo e tamanho da prótese. Nossa preferência tem sido a incisão no sulco submamário.

A colocação submuscular ou subglandular dependerá de características da paciente.

CIRURGIA_PLASTICA_DIREITA.jpg

Planejamento

A cirurgia sempre se inicia na consulta médica através do planejamento e decisão da melhor opção cirúrgica opara cada paciente.


Apesar de ser uma cirurgia simples e rápida deve ser feita em ambiente cirúrgico adequado, com toda retaguarda e suporte necessário. Geralmente é realizada com anestesia Geral e o paciente recebe alta no mesmo dia.

CIRURGIA_PLASTICA_OPERATORIO.jpg

Pré-Operatório

Pós-Operatório

  • Rotina de exames.

  • Proibido Salicilatos (Aspirina, AAS e derivados).

  • Comunicar ao cirurgião qualquer alteração de seu estado de saúde.

  • A paciente tabagista deve suspender o hábito por tempo determinado.

  • Evitar bebidas alcoólicas e refeições pesadas na véspera da cirurgia.

  • Evitar esforço físico, calor e sol.

  • Seguir a prescrição médica - drenos podem ser mantidos no pós-operatório.

  • Utilizar cinta elástica (sutiã) e protetor solar por tempo determinado.

  • A alimentação deve ser feita à base de fibras e proteínas.

  • Normalmente a paciente apresentara um inchaço nas primeiras semanas e o resultado leva, em média, seis meses.

  • Geralmente, entre quatro a sete dias, os pacientes sentem-se preparados para aparecer em público e trabalhar. Isto depende de características individuais e do tipo de atividade.

Entre em contato com nossa clínica, teremos prazer em atendê-lo.

RODAPE_0000s_0010_Retângulo-10-copiar-2.

ENDEREÇO

Bauru/SP

CONTATO

contato@clinicagabriele.com.br

TELEFONES

+55 14 3214-4705

+55 14 3214-4629

RODAPE_0000s_0009_Objeto-Inteligente-de-
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele
  • Clínica Gabriele

© 2020 Clínica Gabriele – Todos os direitos reservados.